Conheça a autopeças Ribeirão Latas. A melhor opção em latarias automotivas em Goiânia para todo Brasil!

O que é um Distribuidor de Ignição?

Um distribuidor de ignição é um componente essencial no sistema de ignição de um veículo a motor. Ele é responsável por distribuir a corrente elétrica gerada pela bobina de ignição para as velas de ignição, que por sua vez produzem a faísca necessária para a combustão do combustível no motor. O distribuidor de ignição é encontrado principalmente em veículos mais antigos, que utilizam sistemas de ignição convencionais. Nos veículos mais modernos, o distribuidor de ignição foi substituído por sistemas de ignição eletrônica.

Como funciona um Distribuidor de Ignição?

O distribuidor de ignição é composto por várias partes, incluindo o rotor, o distribuidor de ignição propriamente dito, o conjunto de platinado e condensador, e o avanço centrífugo. Quando o motor está em funcionamento, a bobina de ignição gera uma corrente elétrica de alta tensão. Essa corrente é conduzida pelo rotor, que gira dentro do distribuidor de ignição. À medida que o rotor gira, ele passa por cada um dos terminais do distribuidor, enviando a corrente elétrica para as velas de ignição correspondentes.

Principais funções de um Distribuidor de Ignição

O distribuidor de ignição desempenha várias funções importantes no sistema de ignição de um veículo. A primeira função é distribuir a corrente elétrica gerada pela bobina de ignição para as velas de ignição, garantindo que cada vela receba a quantidade correta de energia elétrica. Além disso, o distribuidor de ignição também é responsável por sincronizar a faísca de ignição com o movimento dos pistões do motor, garantindo uma combustão eficiente. Por fim, o distribuidor de ignição também controla o avanço do ponto de ignição, ajustando o momento em que a faísca é gerada em relação à posição dos pistões.

Manutenção e problemas comuns em um Distribuidor de Ignição

Assim como qualquer outro componente do veículo, o distribuidor de ignição requer manutenção regular para garantir seu bom funcionamento. É importante verificar regularmente o estado do rotor, das velas de ignição e dos cabos de ignição, substituindo-os se necessário. Além disso, é recomendado fazer a limpeza e ajuste do conjunto de platinado e condensador periodicamente. Em relação aos problemas comuns, um distribuidor de ignição pode apresentar falhas no avanço centrífugo, no conjunto de platinado e condensador, ou no rotor. Esses problemas podem resultar em dificuldades de partida, perda de potência do motor e falhas de ignição.

Vantagens e desvantagens de um Distribuidor de Ignição

O distribuidor de ignição possui algumas vantagens em relação aos sistemas de ignição eletrônica utilizados nos veículos mais modernos. Uma das principais vantagens é a simplicidade do sistema, que facilita a manutenção e reparo. Além disso, o distribuidor de ignição é mais resistente a interferências eletromagnéticas, o que pode ser uma vantagem em ambientes com alta interferência. No entanto, o distribuidor de ignição também apresenta algumas desvantagens. Ele é menos preciso em termos de controle do ponto de ignição em comparação com os sistemas eletrônicos, o que pode resultar em menor eficiência e desempenho do motor. Além disso, o distribuidor de ignição é mais suscetível a desgaste e falhas mecânicas, o que pode exigir manutenção mais frequente.

Conclusão

Em resumo, um distribuidor de ignição é um componente essencial no sistema de ignição de um veículo a motor. Ele é responsável por distribuir a corrente elétrica gerada pela bobina de ignição para as velas de ignição, garantindo a combustão do combustível no motor. Embora os distribuidores de ignição sejam mais comuns em veículos mais antigos, eles ainda desempenham um papel importante em muitos veículos em circulação. É importante realizar a manutenção regular do distribuidor de ignição para garantir seu bom funcionamento e evitar problemas de ignição.

× Available on SundayMondayTuesdayWednesdayThursdayFridaySaturday